segunda-feira, 5 de março de 2012

Cristão perseguido no Irã


Pedido de oração!

A qualquer momento o pastor iraniano Youcef Nadarkhani pode ser enforcado. Fontes que acompanham o caso informaram que o pastor foi sentenciado à pena de morte e que a execução pode acontecer a qualquer instante. De acordo com o Centro Americano para a Lei e a Justiça (ACLJ), não há como saber se o pastor continua vivo, mas a probabilidade de que a ordem de enforcamento de Nadarkhani já tenha sido firmada é alta.
Outros veículos de comunicações internacionais também noticiaram sobre o caso. Em matéria publicada ontem, o site estadunidense Fox News citou: “o tribunal no Irã emitiu seu veredicto final, ordenando um pastor cristão para ser condenado à morte”. Vários membros do congresso americano e também instituições cristãs têm se unido na luta para salvar a vida de Youcef Nadarkhani, mas a situação parece ter chegado ao seu ponto mais crítico desde sua prisão.
O mundo tem acompanhado o dramático caso do pastor iraniano, ele foi preso em outubro de 2009, após ter sido acusado de apostasia por ter se desligado do islã e se convertido ao cristianismo. Desde então, Youcef Nadarkhani vem enfrentando uma batalha judicial e lutando contra o risco de sua própria execução, já que, a pena máxima, segundo as leis islâmicas é a pena de morte.

video

Esta é uma carta escrita pelo 
nosso irmão Youcef desde a prisão
Lakan em Rasht, no Irã.


 Este é um artigo que foi postado na VGR no dia 10/02/2012:


 Atualização sobre o Irã
Cerca de dois anos e meio atrás, Yousef Nardarkhani, pastor de uma igreja de 400 membros no Irã, foi para a escola de seus dois filhos e opôs-se à escola ensinar o Islã alunos. Ele protestou, alegando que a Constituição iraniana assegura liberdade de religião. A polícia secreta prendeu-o e trouxe-o diante de um tribunal político em Rasht em 12 de outubro de 2009. Naquela época, ele foi acusado por protestar, e tem sido na prisão desde então.
Mais tarde ele foi acusado de "apostasia", que é a conversão do islamismo para o cristianismo. E então, a acusação de "Evangelismo para os muçulmanos" foi adicionado e ele foi condenado à morte. Sua esposa também foi presa e condenada à prisão perpétua (que mais tarde foi lançado). Mesmo seu advogado foi ameaçado e preso. Ao longo dos últimos dois anos, as taxas de Yousef foram alterados várias vezes em um esforço do governo iraniano de esconder a sua perseguição aos cristãos, e especialmente aqueles que acreditam no irmão Branham.
Irmão Youcef não é o único crente a ser perseguido dentro do Irã. Pastores e fiéis de todo o país têm sido ameaçados, intimidados, agredidos e presos, e muitos deixaram o país. Um desses pastores, Behnam Irani, foi batido em muitas ocasiões por companheiros de prisão, com a aprovação das autoridades penitenciarias. Ele está cumprindo uma sentença de cinco anos para o "crime" de ser um pastor cristão e possuir material cristão.
A situação no Irão reuniu atenção da mídia internacional, colocando pressão sobre o governo para liberar o irmão Yousef. Eles recentemente ofereceu-lhe a oportunidade de retratar-se e ir livre. Claro, ele negou este compromisso.
Por favor, mantenha os nossos colegas do Corpo de Cristo em suas orações.


Traduzido:

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Compartilhe com Seus Amigos agora mesmo.

Add To DeliciousAdd To DiggAdd To FacebookAdd To StumbleuponAdd To RedditAdd To TechnoratiAdd To More Social Bookmark Sites